Imprimir

Projeto de Extensão da FJP oferece cursinho gratuito preparatório para o Enem

Data de publicação .

Com o objetivo de contribuir com a integração social e econômica de jovens e adultos vindos de escolas públicas, estudantes de Administração Pública são professores voluntários de 11 disciplinas

Um dos projetos de extensão universitária do curso de graduação em Administração Pública da Fundação João Pinheiro, o cursinho Educar voltou às aulas no último dia 5 de agosto. Criada em 2014 pelos alunos que compõem o Núcleo Social da Consultoria João Pinheiro Junior, a iniciativa prepara gratuitamente jovens e adultos de baixa renda que desejam prestar o Exame Nacional do Ensino Médio - Enem por meio de aulas, monitorias e simulados ministrados de forma voluntária por estudantes da FJP entre os meses de fevereiro e novembro.

Com formato de cursinho popular voltado para estudantes socialmente vulneráveis que frequentaram o ensino fundamental e médio em escolas públicas e que não têm condições de pagar mensalidades de cursinhos particulares, o Educar já atendeu, desde sua primeira edição, 200 alunos e envolveu 81 voluntários. Até 2018, 14 desses estudantes foram aprovados em Instituições de Ensino Superior para cursos como direito, pedagogia, educação física, engenharia de controle e automação, gestão pública e ciência da computação, entre outros.

Coordenado pela Gerência de Extensão e Relações Institucionais da Escola de Governo da FJP, o projeto abre 40 vagas anuais sendo 20 delas destinadas a jovens vinculados à Associação Profissionalizante do Menor - Assprom. As aulas ocorrem de segunda a sexta, das 18h30 às 21h30, e aos sábados, das 8h30 às 12h30, no campus Brasil da FJP (Avenida Brasil, 674, Santa Efigênia).

O Educar tem um cronograma detalhadamente planejado, com a programação das aulas, oficinas de redação, provas simuladas e a realização de reuniões periódicas de acompanhamento das atividades. Ao longo do ano, até um dia antes das provas do Enem, os alunos matriculados têm aulas de física, química, biologia, história, geografia, língua portuguesa, literatura, inglês, redação, álgebra e geometria, sempre focadas no Exame.

Mão dupla - Ao mesmo tempo em que os alunos do Educar têm a oportunidade de aprender e de disputar uma vaga no ensino superior, os estudantes de Administração Pública, no papel de professores, aprendem a lidar com a responsabilidade, a gerir processos e pessoas e a desenvolver a proatividade. Assim, a participação nesse projeto social é uma via de mão dupla, na qual alunos e professores têm muito a ensinar uns aos outros.

Parcerias - O cursinho Educar mantém parcerias com a Associação Profissionalizante do Menor de Belo Horizonte (Assprom) e com a UFMG, por meio do Programa Já É, projeto de extensão do Núcleo PSILACS (Psicanálise e Laço Social no Contemporâneo) da Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia da UFMG, que oferece apoio psicológico aos estudantes do Educar.

 

 

Estudantes e professores do Educar com as equipes da Escola de Governo da FJP e da Assprom

Imagem: ACS/FJP

 

 

Assessoria de Comunicação | Fundação João Pinheiro

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  | www.fjp.mg.gov.br

Informações para a imprensa: (31) 3448-9561 | 3448-9588

--------