Imprimir

Especialista em gest√£o p√ļblica √© selecionado para treinamento no Jap√£o

Data de publicação .

Igor Villar Debossan, servidor da Secretaria de Estado de Casa Civil e de Rela√ß√Ķes Institucionais, ficar√° oito meses no pa√≠s do oriente¬†

O Especialista em Pol√≠ticas P√ļblicas e Gest√£o Governamental (EPPGG) e servidor da Secretaria de Estado de Casa Civil e de Rela√ß√Ķes Institucionais (Seccri), Igor Villar Debossan, foi o mineiro selecionado para vivenciar o Programa de Treinamento de Funcion√°rios do Governo Local 2018 (Local Officials Training Programme¬†- LGOTP 2018), do Governo de Yamanashi,¬†no Jap√£o.¬†

Igor passará o período entre maio de 2018 e janeiro de 2019 no país oriental, com viagem e estadia custeados pelo governo de Yamanashi. O servidor trabalhará no Governo da Província de Yamanashi e lá será direcionado ao setor que melhor se encaixa na proposta de trabalho apresentada no processo de seleção.

‚ÄúNo formul√°rio informei que gostaria de ter uma vis√£o mais estrat√©gica do Estado japon√™s. Dessa forma, conseguirei aprender sobre tudo e acompanho como os agentes locais planejam educa√ß√£o, sa√ļde e preven√ß√£o de desastres (uma pol√≠tica que n√£o existe no Brasil)‚ÄĚ, diz¬†o servidor. ‚ÄúNo futuro quero trabalhar em √°reas estrat√©gicas e com pol√≠ticas p√ļblicas‚ÄĚ, acrescenta.

O governo da Província de Yamanashi comunicou ao Governo do Estado de Minas Gerais na segunda quinzena de fevereiro sobre o fim do processo seletivo e anunciou o nome de Igor como o trainee escolhido para conhecer o modelo de governança japonês in loco a partir do mês de maio. A rigorosa seleção foi constituída de uma análise de documentos, relatórios de entrevistas e projetos propostos pelos três candidatos mais preparados para a jornada.

Graduado em Administra√ß√£o P√ļblica pela Funda√ß√£o Jo√£o Pinheiro (FJP), Igor √© servidor do governo h√° aproximadamente sete anos e exerce suas atividades na Diretoria de Log√≠stica da Superintend√™ncia de Gest√£o e Finan√ßas (SPGF) da Seccri.

A implanta√ß√£o de pol√≠ticas p√ļblicas √© uma √°rea da gest√£o que o especialista sempre gostou. ‚ÄúA √°rea social me interessa muito mais que a √°rea de neg√≥cios‚ÄĚ, declara.¬†Ap√≥s o interc√Ęmbio, Debossan deseja desenvolver atividades que inovem e otimizem a governan√ßa no Executivo mineiro. ‚ÄúTrabalho com gest√£o e tenho que pratic√°-la de forma menos onerosa, de maneira mais √°gil e fazer mais com menos‚ÄĚ, complementa.

A estadia em Yamanashi será a primeira de longa duração do classificado. Motivo de empolgação, já que as experiências anteriores tinham foco nos estudos.

‚ÄúFui ao Chile e √† Rep√ļblica Tcheca estudar temas focados em Economia e Filosofia Pol√≠tica em cursos de ver√£o, com dura√ß√£o de um m√™s a um m√™s e meio, organizados pela The Fund for American Studies (TFAS), organiza√ß√£o que promove o desenvolvimento de jovens l√≠deres atrav√©s de programas em Washington, Hong Kong, Praga e Santiago‚ÄĚ, relembra o especialista.

Para o servidor, a ida a¬†Yamanashi √© especial por ser ‚Äúuma oportunidade incr√≠vel e aberta para qualquer servidor que atua no Executivo estadual. Esse programa √© muito especial e bacana porque proporciona ao intercambista a experi√™ncia de trabalhar e n√£o somente estudar, como em outras oportunidades que tive‚ÄĚ, salienta¬†Debossan.

Quando visitou o Jap√£o no ano passado, Igor n√£o esteve em Yamanashi. ‚ÄúAgora tenho a oportunidade perfeita para conhecer a Prov√≠ncia e o Monte Fuji‚ÄĚ, conta.

O Especialista em Pol√≠ticas P√ļblicas e Gest√£o Governamental embarca para o Jap√£o em maio e ficar√° no Oriente por oito meses com todas as despesas custeadas pela Prov√≠ncia de Yamanashi (Cr√©dito: Arquivo Pessoal)

 
Encantamento e motivação

Igor esteve no Jap√£o pela primeira vez em maio de 2017, a passeio, e retornou ao Brasil encantado pelo pa√≠s. Decidido a tentar uma vaga de treinamento por meio da parceria entre as duas regi√Ķes, o servidor buscou informa√ß√Ķes sobre o programa de treinamento e tomou a primeira provid√™ncia: aprender a falar japon√™s. ‚ÄúAchei que seria um diferencial para o processo seletivo‚ÄĚ, conclui.

Por meio de um curso de japon√™s gratuito e online, oferecido aos cidad√£os brasileiros pela Corpora√ß√£o de Radiodifus√£o do Jap√£o, a Nippon HŇćsŇć KyŇćkai (NHK), empresa estatal de comunica√ß√£o do pa√≠s, o intercambista acompanhou, de forma intensiva, as aulas.

‚ÄúQuero chegar em Yamanashi com o idioma bem avan√ßado. Quanto mais eu souber o japon√™s, mais aprenderei l√° me comunicando bem com os funcion√°rios do governo local‚ÄĚ, acredita.¬†

Estrutura impressionou

O trainee admira a organiza√ß√£o e a valoriza√ß√£o do bem-estar social no pa√≠s oriental.¬† ‚ÄúEntendi que o programa era uma oportunidade de voltar e aprender sobre o √≥timo funcionamento da m√°quina p√ļblica naquele pa√≠s‚ÄĚ, relembra. ‚ÄúO Jap√£o tem pouqu√≠ssima desigualdade de renda, criminalidade baix√≠ssima, a sa√ļde e a educa√ß√£o s√£o modelos para o mundo. Isso √© reflexo de uma gest√£o p√ļblica muito bem planejada. Existem medidas aplicadas l√° que n√≥s podemos aprender e trazer para Minas Gerais‚ÄĚ, finaliza.

Celebração

Em 2018, celebram-se os 45 anos do irmanamento entre o Estado de Minas Gerais e a Província de Yamanashi.  A cooperação promove, anualmente, a seleção de mineiros para vivenciarem um treinamento no território japonês.

O programa objetiva o fortalecimento das rela√ß√Ķes entre as duas regi√Ķes. Os cidad√£os selecionados aprendem sobre o modelo de governan√ßa japon√™s e atuam como agentes de difus√£o da cultura mineira. ¬†Desde o seu in√≠cio, j√° foram beneficiadas mais de 1.300 pessoas de 36 pa√≠ses.

O primeiro acordo entre as duas regi√Ķes foi assinado em 25 de julho de 1973 no governo Rondon Pacheco e reativado na gest√£o de Itamar Franco. O acordo inicial estabeleceu coopera√ß√Ķes em √°reas de interesse m√ļtuo, sendo: energia el√©trica, ind√ļstria agroaliment√≠cia, meio ambiente, ind√ļstria mineradora, inform√°tica, treinamento profissional e ind√ļstria manufatureira.

Em 2015, o governador Fernando Pimentel e o ex-vice-governador de Yamanashi, Makoto Yamashita, assinaram um novo Protocolo de Coopera√ß√£o, documento que prev√™ a promo√ß√£o de interc√Ęmbios, principalmente nas √°reas de Turismo e Esportes, como meios de refor√ßar os la√ßos de amizade e iniciar novos projetos de coopera√ß√£o.

Sobre Yamanashi

A Prov√≠ncia de Yamanashi fica localizada perto da regi√£o de Chubu, ilha principal de Honshu.¬†A capital Kofu fica numa importante √°rea geogr√°fica conectando zonas industriais ao Oceano Pac√≠fico e caracteriza-se como importante centro cultural, pol√≠tico e econ√īmico japon√™s. Os setores mais bem-sucedidos da economia local s√£o a ind√ļstria rob√≥tica, a produ√ß√£o de joias e a de alimentos manufaturados.

Yamanashi é uma das principais produtoras de frutas do país e é famosa pelas uvas e pêssegos. Além disso, a província também é responsável por 40% da água mineral engarrafada do Japão. Outras cidades importantes da Província são Fujioshida e Minami-arapusu.

Com uma população de aproximadamente 900 mil habitantes, Yamanashi possui 78% do território coberto por montanhas e florestas, incluindo três parques nacionais, além do Fuji-Hakone-Izu Park, famoso pelas vistas do Monte Fuji, um dos pontos turísticos mais procurados do Japão, e de seus lagos.
 
 
Fonte: Agência Minas