Imprimir

Fundação João Pinheiro lança Biblioteca Digital de Minas Gerais

Data de publicação .

A Fundação João Pinheiro (FJP), em parceria com a Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais (Prodemge) e a Diretoria de Governança Eletrônica da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (E-Gov Minas/Seplag), lança nesta quarta-feira, 06 de maio, a Biblioteca Digital do Estado de Minas Gerais Professor Raymundo Nonato de Castro. O lançamento está marcado para as 8h30, no auditório do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais – BDMG (Rua da Bahia, 1.600 – Belo Horizonte), e será seguido do Seminário de Gestão e Tecnologias da Informação: teoria, práticas e experiências.

A biblioteca digital visa reunir, preservar e armazenar textos em versão integral da vasta literatura técnica de entidades da administração pública (fundações, instituições de pesquisa e de fomento à pesquisa, empresas de tecnologia, universidades) e de órgãos das mais diversas áreas. Tem também o objetivo de promover a disseminação da informação, democratizar o acesso aos documentos e dar visibilidade aos acervos digitalizados: textos, mapas, plantas, fotografias, etc.

De acordo com a pesquisadora Joana D’arc Ferreira Inácio, gerente da biblioteca da FJP, com a biblioteca digital, qualquer pessoa poderá ter acesso ao acervo da Fundação. “Por exemplo, os trabalhos produzidos pela FJP sobre o Vale do Jequitinhonha só podia ser acessado pelos seus pesquisadores e pelos integrantes da rede de bibliotecas do estado através do intercâmbio de documentos. A partir de agora, estarão disponibilizados na biblioteca digital”.

A gerente explica que o acervo da Biblioteca Digital de Minas Gerais, por enquanto, é composto por arquivos da FJP, Secretaria de Estado de Defesa Social e pelas bases da Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig), mas o objetivo é que gradualmente outras instituições estaduais também disponibilizem seus acervos. “Para a inserção desses acervos, as instituições deverão entrar em contato com a FJP, que irá avaliar o material a ser disponibilizado de acordo com os objetivos e diretrizes da biblioteca digital. Depois, as próprias instituições deverão preparar os acervos e enviá-los já digitalizados à Fundação João Pinheiro.”

No futuro, outras entidades, como ONGs por exemplo, poderão participar da biblioteca digital com seus acervos, desde que sejam compostos de documentos que abordem o Estado de Minas Gerais e ainda não tenham sido publicados. O endereço da biblioteca digital é www.bibliotecadigital.mg.gov.br.

Currículo - Raymundo Nonato de Castro iniciou carreira na administração pública estadual em 1955. Ocupou diversos cargos, entre os quais de Secretário de Estado de Administração e de Assuntos de Planejamento e Coordenação Econômica. Foi ministro interino do Interior e o primeiro presidente do Instituto Nacional de Desenvolvimento Industrial. Prestou serviços na Copasa, no Conselho Municipal de Desenvolvimento e na Secretaria de Estado de Esportes, Lazer e Turismo. Como diretor geral do ETRA (Escritório Técnico de Racionalização e Administração), atualmente Prodemge, foi responsável pela implantação do primeiro centro de processamento de dados da administração direta, tendo elaborado a carta estratégica da reforma administrativa da administração do Estado, primeiro documento a estabelecer as diretrizes gerais para a racionalização administrativa de Minas Gerais.

Seminário Na seqüência do lançamento oficial da Biblioteca Digital, a Fundação João Pinheiro irá promover o Seminário de Gestão e Tecnologias da Informação: Teoria, Práticas e Experiências, evento que tem como objetivo promover o diálogo e a troca de experiências entre instituições governamentais e especialistas que trabalham com Ciência da Informação (CI) e Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC’s).

Programação:

Manhã

8 horas às 8h30: Credenciamento

8h30 às 9 horas: Lançamento da Biblioteca Digital do Estado de Minas Gerais Professor Raymundo Nonato de Castro

9 horas às 9h30: Sessão 1 - Bibliotecas e Redes

Mediadora: Profa. Dra. Elisa Maria Pinto da Rocha (Fundação João Pinheiro).

Palestrante 1: Rodrigo Santos (Analista de Sistemas do Projeto Biblioteca Virtual do Estado de Minas Gerais pela PRODEMGE) -Software da Biblioteca Digital do Estado de Minas Gerais - histórico e desenvolvimento;

9h30 às 10 horas: Palestrante 2 - André Villafuente – Coordenador do Núcleo de Educação à Distância da UNIFEM

10 horas às 10h20: Coffee Break

10h20 às 10h50: Palestrante 3 – Rodrigo Diniz – Diretor da Central de Gestão da Informação da Superintendência Central de Governança Eletrônica da Seplag

10h50 às 12 horas: Debate/Perguntas

12 horas à 13h30: Almoço

13h30 às 14 horas: Cerimonial Arquivo


Tarde

14 horas às 14h30: Sessão 2 - Arquivos, GED e CMS

Mediador: Prof.Leonardo Moraes (Fundação João Pinheiro)

Palestrante 1: Emília Barroso Cruz (Consultora do Arquivo Público Mineiro)

Gestão de documentos do Estado – histórico e perspectivas;

14h30 às 15 horas: Palestrante 2 - Prof. Dr. Maurício Barcellos Almeida (Escola de Ciência da Informação da UFMG) - Preservação digital no contexto dos sistemas de GED e ECM;

15 horas – 15h30 _ Coffee Break

15h30 às 16 horas: Palestrante 3: Leandro Ribeiro Negreiros (Bibliotecário da Assembléia Legislativa de Minas Gerais. Especialização em Arquivos da PUC/MG) - SIGAD (Sistemas informatizados de gerenciamento arquivístico de documentos) e o projeto Aurus.

16 horas às 17 horas: Debate/Perguntas

17 horas: Encerramento